Newsletter:
Joomla Extensions powered by Joobi

Mensagem dos Bispos Anglicanos e Velho-Católicos da Europa por ocasião da Festa de St. Willibrord - 7 Novembro de 2017

[elaborada este ano pelo Bispo D. Jorge Pina Cabral (Igreja Lusitana)

e traduzida para as Igrejas de língua InglesaAlemã e Francesa]

Download PDF

A Europa é a casa comum de Anglicanos e Velho Católicos

As Igrejas, paróquias e comunidades Anglicanas e Velho-Católicas coabitam em muitos países europeus e estão presentes do Sul ao Norte da Europa. Assumindo que a Missão da Igreja está intimamente ligada ao contexto social, político e cultural das sociedades onde está presente, percebemos que o presente e futuro das nossas Igrejas se interliga com os desafios e esperanças que se colocam à Europa de hoje.

Na diversidade de culturas, línguas e tradições que caracterizam as Igrejas e sociedades Europeias, vivemos hoje desafios particulares provenientes de uma crise múltipla. À crise económica com forte impacto social, juntam-se os conflitos violentos e os ataques terroristas. Com a pressão da migração e do crescente nº de refugiados, torna-se mais exigente e por vezes difícil a aceitação da diversidade e da relação entre diferentes religiões e comunidades. Em muitos países cresce a descrença num projeto Europeu comum agravada por um deficit democrático de diversos governos e Instituições. O crescente individualismo e materialismo nas sociedades Europeias levanta desafios ao testemunho da fé e à própria liberdade religiosa.

Este é o contexto da sociedade Europeia a que pertencemos e que interpela as Igrejas que somos. Os desafios são comuns e requerem às Igrejas uma unidade cada vez maior na Missão que são chamadas a desenvolver. O tempo que vivemos é um tempo Kayros no qual os cristãos se têm que definir na sua identidade e missão mais profundas. O testemunho de hoje marcará indelevelmente a Igreja que seremos amanhã. Não podemos adiar o que urge realizar no tempo presente. Para que tal aconteça o Espirito Santo chama-nos a um discipulado intencional. A um discipulado que seja ao mesmo tempo transformado e transformador. A uma relação pessoal e comunitária cada vez mais intensa de amor e de amizade com Jesus Cristo, e que se expresse também em viver e praticar os valores do Reino de Deus que Jesus inaugurou e anunciou.

Este é também o apelo feito pelos jovens Anglicanos e Velho-Católicos, que se reuniram no passado mês de Maio, na simbólica cidade de Echternach no Luxemburgo, onde se encontra o túmulo de St Willibrord. Juntos, estes jovens cristãos Europeus desafiaram as Igrejas a que pertencem, a aprofundarem a sua unidade através do encontro e da oração e no enfrentar em conjunto as injustiças que marcam a nossa sociedade. É uma voz e um apelo de esperança e de confiança no futuro da Europa e na Missão das Igrejas. Cabe-nos acolher esta voz profética dos jovens quando também afirmam «que os desafios não podem ser enfrentados apenas pelas lideranças das Igrejas, mas que todas as pessoas, sejam leigos ou ordenados, jovens ou idosos, são fundamentais a este processo».

Juntos partilhamos dons e recursos. Juntos percebemos o que significa ser Igreja. Caminharmos juntos é a nossa vocação de Igrejas irmãs. Juntos na fé em Jesus Cristo e juntos no amor e ao serviço da Europa, a nossa casa comum.

 

+ Bispo Jorge Pina Cabral

Igreja Lusitana – Comunhão Anglicana em Portugal

7 de Novembro de 2017

Igreja Lusitana Católica Apostólica Evangélica - Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Criado por Luis Massa