Subscreva a Newsletter da Igreja Lusitana
.


Arcebispo de Cantuária, Justin Welby, emitiu novas directivas destinadas a confrontar a “herança polémica” das igrejas e catedrais do Reino Unido.
 

O efeito dominó gerado pelo movimento Black Lives Matter fez-se sentir um pouco por todo o mundo e em vários países, incluindo no Reino Unido, foi lançado o debate sobre a remoção de símbolos históricos associados ao racismo. E, agora, as estátuas da Igreja Anglicana ameaçam cair também. Mais de 12 mil paróquias e 42 catedrais podem vir a remover ou alterar os seus monumentos e símbolos se forem encontradas referências históricas ligadas à escravatura e ao colonialismo.

A Igreja de Inglaterra emitiu este mês novas diretivas em relação à “herança polémica” das suas igrejas e catedrais, para analisarem a “sua cumplicidade com o pecado estrutural” com “base na sua raça e género”, e transformar “estruturas injustas da sociedade, condenar qualquer tipo de violência e procurar a paz e reconciliação”. O escrutínio será realizado caso a caso e a nível local - ignorar a “herança polémica” não é opção.

Fonte: Público

Igreja Lusitana Católica Apostólica Evangélica - Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.