Subscreva a Newsletter da Igreja Lusitana
.

Download PDF

Nota em Tempo de Pandemia do Coronavírus-COVID - 19
Comissão Executiva da Igreja Lusitana, 17 março 2021
«Esteja sobre nós o teu amor, Senhor,
como está em ti a nossa esperança». (Salmo 33,22)
 
A Comissão Executiva (CE) da Igreja Lusitana, reunida a 17 de março de 2021, deliberou a reabertura das Igrejas e a autorização para a realização de celebrações presenciais a partir, inclusive, do domingo 21 de março (V da Quaresma). Esta decisão, tomada de forma colegial e em espírito de oração, teve em conta a atual fase de desconfinamento gradual que o pais atravessa e o baixar significativo do número de novos casos de infeção e de internamentos hospitalares relacionados com a pandemia. Deste modo, e no exercício da sua liberdade e responsabilidade próprias, a CE entende estarem criadas as condições para a reabertura dos templos e reinício das celebrações presenciais.
 
A realização de celebrações presenciais nas diversas paróquias e missões deve-se restringir às celebrações dominicais e aos funerais, com exceção das tradicionais celebrações da Semana Santa, que devem ser observadas e participadas pelo povo da Igreja. Qualquer outra situação deve ser colocada à consideração do Bispo diocesano.
 
As reuniões presenciais para tratamento de assuntos da vida paroquial e da diocese, devem ser evitadas, realizando-se preferencialmente através das plataformas digitais. A Diocese continuará a providenciar aos domingos, 10h30, a transmissão da Oração da Manhã e às Quartas-feiras – 21h15 a Oração da Noite através das plataformas digitais (Facebook, Youtube e site).
 
No seguimento de notas anteriores, reforça-se a obrigatoriedade de aplicação em cada paróquia e missão do plano de contingência em vigor para a Igreja Lusitana e elaborado de acordo com as normas da DGS. Os princípios de segurança, higiene e distanciação tem que continuar a ser seguidos por cada um e por todos.
 
Ao longo destes dois últimos meses de confinamento, a Igreja continuou a prestar o seu apoio espiritual e pastoral, através da realização de funerais, na prestação de apoio material e espiritual aos necessitados e na dinamização de diversas celebrações eventos nas plataformas digitais. Damos graças a Deus pelos novos meios desenvolvidos e as novas oportunidades de evangelização surgidas que têm chegado a novos públicos.
 
A CE entende ainda e na reabertura das Igrejas, apelar ao sentido de compromisso, de pertença e de mordomia, que deve assistir a cada membro da Igreja e que se deve traduzir numa efetiva participação presencial nos cultos dominicais e consequente usufruto do alimento providenciado pela Palavra e o Sacramento de Deus.
 
Na proximidade já da vivência pascal, anima-nos o sentido da esperança e da alegria que provem da Ressurreição de Jesus e que nos compromete desde já na construção de um futuro mais alegre e solidário para todos.
 
Em jeito de oração e de compromisso fazemos nossas as palavras do salmista:
 
«Esteja sobre nós o teu amor, Senhor,
como está em ti a nossa esperança». (Salmo 33,22)
Vila Nova de Gaia, 17 de março de 2021
A Comissão Executiva da Igreja Lusitana


Recursos online:

Igreja Lusitana Católica Apostólica Evangélica - Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.